quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Aproveitamento da casca do coco

Beneficiamento da casca de coco verde para a produção de fibra e pó 

Embrapa 

Para diminuir o impacto ambiental negativo do caminho do consumo da água-de-coco, a Embrapa Agroindústria Tropical desenvolveu o processo de beneficiamento da casca do coco verde, obtendo-se pó e fibra. 
O pó pode ser usado como ingrediente para a formulação de substratos agrícolas e composto orgânico. 

A fibra pode ser usada como matéria-prima para o artesanato, para a confecção de vasos e placas para o plantio, em substituição ao xaxim, para estofamento de veículos e para fabricação de biomantas, que podem ser usadas na contenção de encostas ou de áreas degradadas e em decoração de interiores. 

O processo de obtenção do pó e da fibra é feito mecanicamente, com a utilização de um conjunto de equipamentos desenvolvidos em parceria com a metalúrgica FORTALMAG. 

A produção de pó e fibra da casca de coco verde é constituída basicamente de três etapas: 
Trituração - a casca é cortada e triturada; 
Prensagem - via compressão mecânica, para extração da umidade e do excesso de sais; Seleção - realizada por uma máquina, para a separação das fibras do pó. 

Processo: Processo agroindustrial 
Ano de Lançamento: 2004 
Onde Encontrar:
Embrapa Agroindústria Tropical Rua Dra. Sara Mesquita, 2270 – Bairro Pici CEP 60511-110 Telefone: (85) 3391-7100 Fax: (85) 3391-7109

Um comentário:

  1. Valter de Lindoia21/10/14 11:22

    Muito interessante .. boa informação

    ResponderExcluir